Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Vidente prevê III Guerra Mundial no centenário das aparições de Fátima


"Mensageiro de Deus" alerta que a III Guerra Mundial vai começar no dia 13 de maio.

Um vidente norte-americano, Horacio Villegas, que se considera um mensageiro de Deus, está convencido de que a III Guerra Mundial já tem data marcada e que esse dia corresponderá exatamente no 100.º aniversário das aparições da Nossa Senhora de Fátima, no dia 13 de maio.

As previsões, que contou ao Daily Star e que agora fazem eco em vários outros órgãos, estão a causar algum alarme, dado o 'historial' de Horacio.

Em 2015, terá previsto que Donald Trump se tornaria presidente dos Estados Unidos e que este iria fazer despoletar um terceiro conflito mundial. "A mensagem principal é que as pessoas precisam de estar preparadas para que, entre 13 de maio e 13 de outubro, a guerra irá causar muita devastação e morte", disse o vidente ao Daily Star. O dia do início da III Guerra Mundial coincidirá, segundo este vidente, com a última aparição de Fátima, em que supostamente a Nossa Senhora anunciou, supostamente, o fim da I Guerra.

O católico previu também que os Estados Unidos iriam atacar a Síria - o que acabou por acontecer depois do ataque químico - e que a Rússia, a Coreia do Norte e a China vão entrar no conflito.

A par disso, o vidente, residente no Texas, afirmou que teve um sonho em que via "bolas de fogo vindas do céu a atingir a Terra". E descreveu o cenário: via pessoas a correr de um lado para o outro, a tentar esconderem-se e a escapar de toda a destruição. "Acredito que isto simboliza os mísseis nucleares que vão atingir as cidades e as pessoas", acrescentou.

Acreditemos ou não, a verdade é que a tensão em torno de um conflito se adensou nos últimos tempos, especialmente entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos. Na realidade, segundo os especialistas, desde a Guerra Fria que o mundo não estava tão próximo de uma guerra à escala global, conforme o The Sun faz hoje nota.

Notícias ao Minuto

Sem comentários: